Muitos dos clientes de uma concessionária precisam da ajuda de uma instituição financeira, como bancos, para adquirir o veículo desejado. Para isso, necessitam passar pelo processo de análise de crédito, o que pode colocar em risco a concretização do negócio. Mas você sabe exatamente o que é análise de crédito? Entende o que os bancos   em consideração na hora de fornecer ou não o empréstimo aos seus clientes?

Então, você precisa ler este artigo! Nele, você vai descobrir o que é e como os bancos fazem análise de crédito e o que fazer quando o financiamento é negado. Boa leitura!

O que é análise de crédito?

Quando você empresta dinheiro para um amigo ou familiar, quer ter a certeza de que vai recebê-lo de volta na data combinada, não é? O mesmo acontece com as instituições financeiras.

Para diminuir os riscos da operação de empréstimo, foi criado o processo de análise de crédito. Ele consiste no cruzamento de uma série de dados e a realização de projeções com o intuito de avaliar a capacidade de a pessoa ou empresa pagar o que foi emprestado pela instituição. O seu objetivo principal é minimizar a inadimplência e proteger os bancos, garantindo o recebimento do dinheiro.

Isso acontece, por exemplo, quando alguém vai até o banco para solicitar um empréstimo para abrir uma nova empresa. Também é feita análise de crédito quando uma pessoa pretende financiar uma casa, carro ou moto novos.

Para isso, a instituição financeira precisa avaliar alguns aspectos referentes à situação financeira do indivíduo que solicita o empréstimo, seu histórico, entre outros elementos. Entenda agora o que o banco considera na hora de fornecer um empréstimo ou financiamento para os seus clientes.

O que os bancos levam em consideração na análise de crédito?

Renda mensal

A instituição financeira precisa examinar a renda mensal do cliente antes de fornecer o crédito. Isso porque é importante que o candidato ao empréstimo tenha capacidade de pagar as parcelas do financiamento sem comprometer muito a sua renda familiar.

Esse aspecto é chamado de “taxa de esforço” e geralmente é considerado que a parcela a ser paga deve equivaler a, no máximo, 30% do somatório dos rendimentos do cliente. Ou seja, ao somar todas as fontes de renda da pessoa que está solicitando o crédito, a parcela de pagamento mensal do empréstimo não pode comprometer mais que 30% desse total.

Dívidas pendentes

Também é avaliado o histórico de pagamento dos clientes em relação às dívidas anteriores. O banco busca informações com outros credores sobre pagamentos pendentes.

Isso acontece porque, quando a pessoa já possui uma dívida pendente em seu nome, existe uma possibilidade maior de ela não arcar com o novo compromisso assumido. Você também não emprestaria dinheiro para um amigo que deve outros colegas, não é mesmo?

Histórico do cliente

Além disso, também é avaliado o histórico de pagamento de dívidas dos clientes. Ou seja, o banco avalia todos o histórico de os empréstimos já solicitados pelo cliente e como eles foram quitados, mesmo que não haja nenhum crédito em aberto. Essa é uma outra estratégia para diminuir os riscos do não pagamento da dívida.

Patrimônio

O patrimônio — imóveis, carros, entre outros — quitado e no nome do cliente que está solicitando o crédito também é analisado pelas instituições financeiras. Isso porque esses bens podem ser utilizados como uma forma de garantir o pagamento do empréstimo, uma vez que o cliente possui uma alternativa de retirada do dinheiro para quitar a dívida no caso de algum imprevisto.

Garantias de pagamento

Outros elementos podem ser utilizados como garantia de pagamento e diminuição dos riscos da instituição financeira na hora de fornecer o crédito, como exigência de um fiador. Essa pessoa é responsável por arcar com a dívida do cliente caso ele não pague ou se acontecer algum imprevisto, como a perda do emprego.

Por que o crédito é negado e o que fazer nesse caso?

O crédito pode ser negado devido a inúmeros fatores. Todos esses critérios são avaliados por meio de algoritmos que calculam o nível de risco da transação financeira. Caso o perigo de não pagamento das parcelas seja muito alto, o banco tem a tendência de negar o crédito.

Isso acontece quando a renda do candidato ao crédito é muito baixa, o que pode acarretar problemas no pagamento das prestações da dívida. Além disso, quando o seu histórico de pagamentos é duvidoso, ou existem dívidas em aberto — indicando tendência à inadimplência ou descontrole financeiro —, o financiamento também pode ser negado.

Nesses casos, a concessionária pode auxiliar o cliente a melhorar a sua situação perante o banco e conseguir o financiamento no futuro. Para isso, aconselhe a pessoa a quitar todas as suas dívidas e pagar as suas contas em dia.

Também é essencial que ele feche todas as contas antigas e cancele cartões sem uso, uma vez que esses processos podem gerar dívidas sobre as quais ele pode não estar consciente. Deixar atualizado o cadastro da renda e evitar estourar o limite dos cartões de crédito também são atitudes indicadas.

O empréstimo também pode ser negado devido à falta de informações e documentações. E é justamente para evitar esse tipo problema que o Credere tenta alertar o máximo para a importância desse ponto no momento de preenchimento do formulário onde existem os espaços para envio desses documentos.

Com o envio desses documentos você é capaz de diminuir o tempo de espera pela análise de crédito e aumentar a taxa de conversão das negociações na sua concessionária.

Entender como os bancos fazem análise de crédito é essencial para que você possa orientar os seus vendedores e clientes de maneira a fechar mais vendas. Dessa forma, a sua concessionária melhora a experiência do cliente e aumenta a sua lucratividade, caminhando na direção do sucesso e do crescimento do negócio em longo prazo!

O Credere é um software capaz de ajudar a facilitar a liberação de crédito para os clientes da sua concessionária através de uma ficha mais consistente. Para conferir nossos produtos e tirar quaisquer dúvidas, não deixe de entrar em contato conosco agora mesmo! Ainda não é nosso cliente? Fale com a gente e peça já o seu teste por 15 dias grátis!

Uma ferramenta para ajudar você e sua concessionária a vender mais e melhor.

Escreva um comentário

Share This